Rua Dr. João Clímaco Pereira, 46 - Itaim  Bibi - São Paulo, SP 04532-070

Horário de atendimento de segunda a sexta das 8:00 as 20:00hs

Sábado das 8:00 as 14:00hs

Tel: (011) 3849-0543

Tel: (011) 99458-9106

Todos os Direitos Reservados - IPO - Instituto Paulista de Otorrinolaringologia

September 19, 2017

Please reload

Posts Recentes

Você está me ouvindo?

September 19, 2017

1/4
Please reload

Posts Em Destaque

Labirintite. Entenda o que são as doenças vestibulares.

 

Conhecida popularmente para indicar sintomas de tontura e desequilíbrio, a labirintite se refere a um processo inflamatório ou infeccioso que ocorre no labirinto, região que fica dentro do ouvido e que é formado por dois órgãos: a cóclea (responsável pela audição) e o sistema vestibular (responsável pela manutenção do equilíbrio).



Quais são os sintomas da labirintite?
Quando o paciente se queixa de labirintite na verdade ele está se referindo a vários sintomas, que podem não estar necessariamente relacionados ao mau funcionamento do labirinto. Podem ser:
- Vertigem (sensação de movimento giratório)
- Náuseas e vômitos
- Sintomas auditivos, como zumbido, sensação de ouvido tampado, flutuação na audição, perda da audição.

Em que período da vida essa doença costuma aparecer?
Doenças vestibulares podem acontecer em crianças e adultos, porém, são mais freqüentes entre os 40 e 60 anos, com uma pequena tendência de aparecer mais em mulheres.

Quais as conseqüências das doenças vestibulares?
Além dos próprios sintomas, que muitas vezes são intensos e incapacitantes, muitos pacientes ficam com receio de exercer suas atividades normais, como caminhar ou dirigir.

Como é feito o diagnóstico da labirintite?
O diagnóstico é feito através de uma pesquisa clínica bem detalhada e por um teste específico para avaliação do sistema vestibular (exame otoneurológico), onde são realizadas avaliações audiométricas, entre outras. Quando se avalia um quadro de tontura , existe a necessidade de se pesquisar a possibilidade de outras doenças como: diabetes, aumento de colesterol e triglicérides, anemia, doenças cardiovasculares e neurológicas.

Como é o tratamento das doenças vestibulares?
O tratamento, na maioria das vezes, é dos sintomas em si, pois o sistema vestibular tende a recuperar sua função normal com o passar do tempo. Algumas doenças se apresentam em surtos, com intervalos variáveis. Alguns pacientes necessitam de uso contínuo de medicação e, outros, com menos frequência, com cirurgia para a melhoria dos sintomas. Existem também os exercícios de reabilitação vestibular que beneficiam bastante o paciente.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload